COISAS em destaque! Aguarde!!!

sábado, 8 de setembro de 2012

E se eu não estivesse aqui?

 Queridos amigos....

Resolvi postar algo que me fez pensar demais esta noite.... minha vizinha faleceu; estava há semanas no hospital, com leucemia e faleceu hoje. Têm 2 filhas, uma delas de 5 anos.
Pensei muito sobre isso, sobre mim, sobre a Lara... "E se eu não estivesse aqui?" ... mas não consegui saber o quê escrever. Então, pedi ajuda à minha mãe, Gracinha, que perdeu a mãe dela quando tinha 6 anos.

 


 Por Gracinha Charan:

"Perder a mãe e/ou o pai é muito dificil para uma criança.
São as referências, começo da vida, um elo e, de repente, é cortado.
E, embora aparentemente pareça ser superado sempre levará dentro do coração, lá no fundo...

É triste. Perdi a minha mãe quando tinha 6 anos.

Estava dormindo e acordei com meu pai pedindo para minha avó acordar os meninos. Ele estava com uma sacola na mão e minha avó perguntou: "trouxe as roupas pra lavar?". Ele respondeu: "ela não vai mais usar essas roupas"....
Chorei muito...sabia que a mãe não ia voltar mais....
E que existem momentos na vida da gente que são dificeis de se entender.

Por isso, depois que fui mãe, sempre pedi a Deus... saúde... para criar as crias".

[Gracinha Charan]


E passamos o dia assim hoje.... 
... eu meio chorona a toda hora... e a Lara, aí, grudada nas minhas pernas...


 

Esse selinho é pra quem curte nossas Coisas!

Blog do Coisas: 

Facebook:

Twitter:

Pinterest:


12 comentários:

  1. aai, nem consigo imaginar, tamanha tragédia!
    por isso temos que agradecer né Andreaa?
    pelas nossas vidas..todos os dias!
    bjinhos pra vcs!
    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Andrea, é o que eu peço a Deus todos os dias. Saúde para cuidar da minha filha até que seja grande. Ontem, numa pracinha com a minha filha (que tem o nome parecido com a sua, Laura) ela se distanciou um pouco, correndo e brincando. Até que me perdeu de vista, apesar de eu estar vendo-a. Nesse momento ela parou, procurou, eu a chamava enquanto me aproximava, mas ela não ouvia. Creio ser por causa do susto. E aí ela chorou tão profundamente que doeu em mim. Isso tudo foi questão de segundos, mas foi desesperador vê-la pensando que estava sozinha, abandonada. Quanto à dor de sua mãe pela perda, não posso nem imaginar.

    PS: Creio que já me apresentei. Porém, agora volto com mais tempo para acompanhar uma parceira do Mães em Rede. E espero, amiga.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Andrea, esta dor é impossível esquecer... imagina quando é uma criança que passa por isso... Muito triste!
    Como sua mãe, também peço saúde e força para cumprir a missão materna.
    PS: Obrigada pela dica lá no blog.
    Beijo,
    Ju

    ResponderExcluir
  4. É muito triste.
    Por isso temos que agradecer muito à Deus por nossa
    vida e saúde fazer como sua mãe, pedir a Ele sempre
    essa saúde para podermos criar, cuidar e amar
    nossos pequenos.
    Beijos
    http://mamaey.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Caramba isso realmente me fez até pensa sobre o assunto, eu penso e acredito que Deus sabe de todas as coisas e para tudo tem o seu momento que Deus conforte essa familia e seu coração.
    beijos e muita saúde

    ResponderExcluir
  6. Amiga...eu não perdi minha mãe aos 6 anos.....mas aos 23....e te falo.....faz mmuuiiitaaa falta mesmo......deu um nó na garganta......bjus

    ResponderExcluir
  7. Perdi minha mão aos 15 anos e a dor é terrível. Não desejo isso ao meu pior inimigo.
    Peço a Deus todos os dias para que me dê forças para estar por aqui sempre que minha filha precisar de mim.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  8. Nossa é um momento muito difícil, seja qual for a idade, acho que é uma perda que marca a vida pelo resto dela... Que Deus console o coração da família. Bjss
    Vivi e Isaac
    http://isaacparasempre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Tb imagino como seria sem mim...
    E me apavoro ap pensar, quero estar juntinho da minha Gá até que esteja adulta.

    Minha cunhada perdeu a mãe aos 7 anos. Ninguém nunca a viu chorar, ela sofre do jeito dela.

    bjo.

    ResponderExcluir
  10. A coisa que mais tenho medo é isso mmo, peço muito a Deus que consiga acompanhar por muito tempo meu filho, eu perdi minha mãe com 16 anos, acho que é mais "fácil" de assimilar a perda, do que uma criança, mas pra falar a verdade seja em qual for a idade perder alguém querido é muito dificil...

    Beijos Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Quando você comenta, participa do Coisas da Lara também !!!!