COISAS em destaque! Aguarde!!!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Como explicar a perda às crianças?

Estamos tristes. 
Perdemos uma amiga hoje:
Luiza, filha de um casal de amigos muito queridos....

A Lara se apegou muito a ela, mais que aos outros da família. Apesar de ter 14 anos, a Luiza era uma menina, muito carinhosa e educada. A Lara adorava ficar no quarto da Luiza que, com toda atenção e paciência do mundo, ficava mostrando suas bonecas e brincando com a Lara. 

Bom.... estamos há dias tristes, chorando, meio apreensivos [ela estava na uti há 1 semana] e, com certeza, a Lara reparou, percebeu algo diferente. Víamos fotos da Luiza o tempo todo surgindo no no face... e, vira mexe a Lara dizia: "A Luliza"...

Uma das vezes ela perguntou: "Que foi con ela?".... A Luiza está doente, no hospital, disse o papai para a Lara.

E, hoje, ela faleceu. Isso me fez pensar...

 

Como explicar a perda às crianças?


Assim como os adultos, cada criança reage a uma notícia dessas de um jeito diferente. Independentemente da idade, há crianças que são mais sensíveis que outras, ou que fazem mais perguntas. Lembre-se de que você conhece seu filho melhor que ninguém, e isso vai ajudar a decidir de que forma dar a notícia e conversar sobre a perda. 

É preciso explicar tudo o que aconteceu?

Não necessariamente. Você pode achar que seu filho ainda é muito pequeno para entender o que aconteceu, ou avaliar que o melhor é não tocar num assunto que vai deixá-lo perturbado.

A partir dos 4 anos a criança passa a ter noção de vida, e por isso pode se interessar por saber mais sobre morte também, perguntando a causa, e se outras pessoas vão morrer. Esclarecer as dúvidas é importante nesta fase. A criança precisa de segurança.



Reações comuns em crianças pequenas

Crianças pequenas, de até 3 anos, podem ter reações bem variadas à tristeza que atinge a família no caso de uma perda. Não se surpreenda se seu filho ficar mais agarrado a você, começar a regredir e agir como bebê, ou começar a chorar para ir para a escola.

Orientações para a hora de contar à criança

Leia abaixo algumas recomendações. Lembre-se de que você conhece seu filho mais do que ninguém.  

 - Não fuja das perguntas da criança
 - Não encompride as respostas
 - Fale sobre a perda
- Evite eufemismos
- Prepare-se para reações inesperadas
- Faça o máximo para fazer a vida da criança voltar ao "normal"  
- Não tentem ser perfeitos
  Não tem problema chorar na frente do seu filho. E não dá para responder a todas as perguntas do jeito mais correto e adequado. Tem horas em que simplesmente não dá. 



As memórias, as mais belas. A saudade, a mais doída.
Essa boneca era da Luiza.... ela deu pra Lara...
 

 

Esse selinho é pra quem curte nossas Coisas!

Blog do Coisas: 

Facebook:

Twitter:

Pinterest:


10 comentários:

  1. Que coisa triste Andrea. Nossa, difícil explicar...

    Que a maneira que você falar seja a melhor. Sinto muito mesmo.

    Bj.

    ResponderExcluir
  2. Que triste. Espero que aos poucos e juntos vocês possam ir se recuperando da perda. beijos e força aí! Tati
    http://amigosdefraldas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. poxa, fiquei emocionada com essa história, é muito triste perder alguém né?E ainda mais ter que explicar para uma pequena criança o que está acontecendo é um desafio enorme...espero que a Lara se lembre de todos os momentos bons vividos com a Luiza...força! bjos Luana
    www.segunda-viagem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que triste Andrea, perder alguém que amamos e convivemos sempre é muito difícil, mais Deus vai ajudar e dar força para vc e linda Lara vencer juntas esta perda... Bjs
    E sempre que precisar pode contar comigo, tenho vc como uma amiga querida que ganhei...
    Vivi e Isaac
    http://isaacparasempre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Triste mesmo...
    Perder alguém tão jovem, tão bacana.
    Espero que vcs superem tudo juntos.

    bjo e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Que tristeza, acho que a gente so deve explicar se a criança perguntar mesmo, no caso dela ela vai perguntar e temos que ir explicando aos poucos, nao sei dizer, bati de frente com a morte aos 4 anos, meu irmao morreu entao foi um tapa dela na minha cara, caiu tudo como um piano mesmo...triste, triste ¬¬

    ResponderExcluir
  7. Ai, muito triste mesmo. Difícil explicar às crianças o que é difícil até para os adultos.
    Força para todos, e que vocês achem um bom caminho.
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A morte é sempre uma dúvida, até para nós, então, façamos o que o coração disser, não é mesmo?
    Lamento muito... espero que superem.

    Um abraço, vou seguir-las. ^^

    ResponderExcluir
  9. Triste amiga, que Deus conforte o coração de todos. E amiga não me imagino nessa situação. Beijos triplos em vocês

    ResponderExcluir
  10. Nossa, Andrea, que notícia ruim. Que Deus console o coração da família e amigos. Força. Beijos.

    ResponderExcluir

Quando você comenta, participa do Coisas da Lara também !!!!