COISAS em destaque! Aguarde!!!

sábado, 26 de setembro de 2015

Resenha Livro: Crianças Francesas Não Fazem Manha

#ChegouNoCoisas

Um presente que amo ganhar: livro! 


A Pom Pom Fraldas me mandou o livro
.
Crianças Francesas Não Fazem Manha - os Segredos Parisienses na Arte de Criar Filhos 
Pamela Druckerman 
Editora Fontanar

Durante muitos anos eu trabalhei como recreadora em um acampamento de férias que recebia crianças brasileiras filhas de pais franceses.

O acampamento era nas férias de janeiro e de julho. Mês todo. Eu morria de saudades da minha mãe. E ela de mim. Eu ligava a cada 2 dias e uma vez por semana minha mãe me mandava um mala com roupas limpas e sempre uns bilhetinhos pra espantar a saudade.

Normal?

Pra mim e pra ela sim.

Mas as crianças do acampamento.... passavam lá os mesmos 30 dias que eu, apenas com a diferença de nem ligarem para os pais, e os pais nem ligarem para elas.....

Não que as crianças não sentíssem falta... muitas noites dormiam comigo na cama, com saudade. Teve criança que ficou com febre emocional..... essas coisas.

Da minha parte como recreadora, eu dava todo meu amor e carinho. Brincava muito com as crianças e passávamos férias lindas juntos. Tenho certeza que se lembram até hoje de tudo que vivemos lá e da "tia Barbie", eu.

Porquê estou escrevendo sobre isso?

Pois lendo esse livro, me lembrei do modo como esses pais tratavam os filhos. Eram férias. Das crianças e dos pais. Muitos, iam viajar. E daí nem ligar pra eles as crianças conseguiam quando estavam com saudade.

No livro, em muitos capítulos lembrei de tudo que vivi com essas crianças. Os pais franceses tem esse jeito livre de deixar as crianças livres, diferente de nós brasileiros.

Eu ficava meio indignada.... com as crianças chorando de saudades e eu, uma "estranha" ali tentando resolver a falta..... 



Certeza que esse comportamento deles influenciou e muito minha vida de mãe anos depois. Eu decidi ser mãe da Lara e viver o ser mãe, em todas as suas coisas. Boas e ruins.

Parei de trabalhar e me dedico a ela. E a tudo que diz respeito a ela.

Não reclamo de nada. Sim canso, tenho sono e muitas vezes lembro com saudades de minha vida antes dela. Mas não reclamo porquê a vida que eu quero é essa e a vivo da melhor forma possível.
Sou feliz e grata.


Lara só foi a escola com 4 anos, ainda assim porquê é uma lei aqui em SP a criança estar na escola com 4 anos.
Por mim estaria aqui, brincando e aprendendo a viver ricamente com as coisas que fazemos diariamente, podem conferir por aí no blog.

Achei bacana esse trecho do livro sobre a criança ir ou não a escola. Concordo muito!



Lara brinca sozinha sim. Precisa descobrir e criar suas próprias coisas. Mas estou sempre junto. Nem que seja ao lado lendo um livro.


O quê acontece é que a Lara também aprendeu a viver com minha companhia....


Brincar é o mais importante que uma criança precisa fazer.



Aqui no condomínio que moramos tem muito disso: enquanto estou no parquinho, estou sempre em movimento, brincando COM a Lara. Muitas babás, ficam apenas sentadas ou batendo papo.


Estou certa? Estou errada? Não sei.... mas sou a mãe perfeita pra minha filha e pra realidade que vivemos. Você é pra sua. E assim por diante.


Uma coisa que concordei com o livro é sobre a alimentação. Lara come direitinho e bem. Mas só o necessário. Eu como sem fome desesperada, igual vejo muita gente postar. Eu como o que preciso para estar bem. E Lara aprendeu isso. 


Desde que começou a se alimentar com papinha ela sentava junto com a gente a mesa. E, aos poucos foi entendendo nosso comportamento ali. Até hoje almoçamos juntos e sem drama, sem bagunça, sem problemas para conseguir terminar a refeição.


Obrigada Pom Pom Fraldas!

Adorei a leitura, gosto de conhecer COISAS diferentes do que penso e tirar minhas conclusões.



             

                       


Blog 


              

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando você comenta, participa do Coisas da Lara também !!!!