COISAS em destaque! Aguarde!!!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Evolução do Brincar

Brincar é algo que acontece do início ao fim da vida!

Os bebês brincam desde que nascem; ou melhor, desde a barriga da mãe....



Do quê eles brincam depende do seu crescimento e também do estimulo que recebem.



Vamos acompanhar a Evolução do Brincar com o crescimento da Lara....



RN

Olha nos olhos dos pais.
Nos primeiros dias o bebê já apresenta movimentos motores como jogar os braços, chorar, se torcer, virar a cabeça de um lado para o outro, se encolher, fechar as mãos, buscar o bico do seio, sugar o leite e deglutir.
A cada dia que passa, a atividade do bebê fica mais intensa e ele começa a se mexer cada vez mais no berço.




1 mês

Sorri para os pais.
Pode acompanhar objetos em movimento.
Ele começa a entrar no ritmo da casa, se habituar aos ruídos externos, aos horários, às pessoas, e reage negativamente às mudanças bruscas.




2 meses

Começam os primeiros sons (balbucio).
Adquire capacidade de virar a cabeça quando escuta um ruído e acompanhar com os olhos um objeto que se move no quarto.





3 meses

Segurar objetos colocados em sua mão.
De bruços, ela use o apoio dos bracinhos para sustentar a cabeça e olhar à sua volta.







4 meses

Pode começar a brincadeiras de esconder-se atrás de um lençol.
Começa e pegar objetos espontaneamente.






5 meses

Segura objetos e agarra tudo que está ao seu alcance.
Pega um objeto e trocar de mão.
Coloca tudo na boca. Essa é sua maneira de experimentar as coisas. 





6 meses

Usa as mãos para descobrir o mundo.
 Bate com os objetos no chão e na beira da cama para fazer barulho.
Começa a se interessar realmente pelos seus brinquedos. 





7 meses

Participa de forma mais ativas das brincadeiras.
Vocalização mais ampla (repete sílabas).
Pode começar a jogar brinquedos e objetos no chão repetidas vezes. 




8 meses

Entra na fase do engatinhar, o que significa um grande progresso nas suas funções motoras, coordenação, equilíbrio e desenvolvimento mental.
Com o engatinhar vem logo a vontade de ficar em pé. A criança gasta um bom tempo do seu dia debruçando-se em móveis, camas e mesas baixas para levantar e ficar em pé sozinha.





9 meses

Já entende algumas palavras comuns.
Reconhece o seu nome e o de familiares.
Pode começar a imitar gestos e sons.




PS.: Lara andou com 9 meses


10 meses

Capacidade de segurar objetos firmemente usando o polegar em oposição aos outros dedos, movimento conhecido como pinça. 
Também começa a sacudir a mão para dar tchau e já consegue andar de lado segurando em uma mesa.






11 meses

Age intencionalmente, usando o raciocínio. Se seu brinquedo está escondido embaixo da coberta, ele levanta a coberta para pegá-lo.
Segurar sozinho a mamadeira e suas brincadeiras são mais coerentes. Não pega apenas o brinquedo para bater com ele no chão. Agora, ele já sabe como usá-lo: empurra o carrinho para frente e para trás, gira a direção, empilha os cubos.





12 meses

Faz experiências com tudo o que pode separar, unir por, tirar e encaixar.
Começa a aprender a andar e a dizer as primeiras palavras.
Os livros com gravuras grandes e coloridos ensinam as partes do corpo, os objetos comuns e os animais.
O tempo dedicado a cada atividade é muito curto.





18 meses

Quanto mais habilidades eles ganham, maiores as travessuras. Seu desenvolvimento motor permite saltar sobre os dois pés, andar quase correndo, subir e descer escadas, ficar sentado sozinho em uma cadeira. Brincando, consegue puxar um carrinho pela corda, fazer uma torre com 3 ou 4 cubos, rabiscar uma folha de papel.





2 anos

Suas habilidades são muitas: chuta uma bola sem perder o equilíbrio, corre mas não consegue parar de repente, anda de costas, sobe e desce escada segurando o corrimão, anda em linha reta, na ponta dos pés e dirige o velocípede em círculos.
Gosta da companhia de outras crianças, mas suas brincadeiras não são em conjunto, são frequentes as brigas e as disputas por brinquedos.
Resistem a ceder ou emprestar seus brinquedos.





3 anos

Pode começar a registrar seus pensamentos em desenhos, sendo o corpo humano e a casa os temas
prediletos.
Começam a reconhecer cores e formas.
Constrói uma torre com 9 cubos ou mais.
Imita atividades domésticas.
Os brinquedos com bonecos e bonecas ensinam o esquema corporal e a experiência de vivenciar situações como pais e como filhos.
A imaginação torna-se cada vez mais fértil.











3,5 anos

Desenvolvimento motor totalmente ok.
Descoberta da escrita e curiosidade com as letras.
Tagarela o tempo todo.
Inteligência a flor da pele.










4 anos

Independência
Bom relacionamento
Pré-Alfabetização
Percebe e demonstra sentimentos
Curiosidade e inteligência juntas - questiona e tenta entender
Memória fotográfica












4,5 anos

Escreve seu próprio nome [em tudo]
Seus diálogos são bem complexos, fala bem ao telefone
Apresenta-se a outras crianças, brincam juntos, conversam e viram amigos.
Coordenação motora ok
Os desenhos são um show a parte!











Já já 5 anos! Nossa..... ainda bem que a gente aproveita o tempo, né Lara?



Semana Mundial do Brincar - Blogagem Coletiva 2015


Foi dada a largada para a Blogagem Coletiva da Semana Mundial do Brincar 2015.

Não precisa ter um blog, basta participar!

O desafio é o seguinte: Um dia, você diz ao seu filho: “Vai brincar!”. Noutro, “Vamos Brincar?”

Registre o resultado da maneira que você achar mais interessante, e compartilhe publicamente em suas redes sociais com as hastags ‪#‎smb2015‬ ‪#‎aliançapelainfancia‬ ‪#‎vaibrincar‬ ‪#‎vamosbrincar‬.

Siga o passo a passo abaixo e divirta-se!

      





 

             

                       


Blog 


              

Um comentário:

  1. Adorei a evolução do Brincar da Lara.
    Mostrou super bem como ela evoluiu nas brincadeiras.
    Brincar é tão bom, e faz eles tão felizes. Amo ♥
    Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir

Quando você comenta, participa do Coisas da Lara também !!!!